Eu tenho uma estranha relação com redes sociais. Quando desconheço a pessoa que eu sigo, normalmente eu anulo a existência dela. Minha mente não enxerga o perfil como uma janela, mas como um quadro fixo na parede. Nunca parece alguém que posso tocar, conversar, beijar, ter uma conversa normal. Mas como uma imagem construída para ser admirada, observada, curtida. Esqueço da pessoa real. Tanto que, quando cruzo com ela na rua, mal sei como reagir.

Isso acontece principalmente com o perfil de pessoas conhecidas. Ao cruzar com a Jout Jout num evento eu quase perdi o ar. Quando encontrei pessoalmente a cantora Demi Lovato, eu despenquei num estado de nervosismo, confusão, mal sabia o que falar. Foi só depois de deixar o lugar que eu percebi: que escândalo à toa. Era só uma pessoa como eu. Como todo mundo. Na ocasião da Jout, ela mesma me alertou: “Para de mimar Youtuber!”, reconhecendo minha completa ignorância.

É interessante a forma como a nossa mente nos engana. Ela nos faz acreditar que há coisas separadas. Como se houvessem seres humanos diferentes dos que conhecemos. Como se o ser humano que trabalha na globo não precisasse ir ao banheiro. Como se o ser humano da Rocinha, que mal tem o que comer, não sonhasse em trabalhar na tevê. Como se a youtuber não tivesse uma família, não ficasse carente, não se questionasse sobre a vida. Mas somos a mesma espécie. Há diferenças entre signos, acredito, porém no fundo temos as mesmas necessidades.

Queremos ter uma carreira bem sucedida e conquistar independência. Queremos que nossos filhos tenham filhos e frutifiquem a árvore da família. Todos querem ser amados, encontrar bons amigos e morrer bem velhinhos. Tá aí uma característica que compartilhamos: viemos de uma relação entre nossos pais e temos o mesmo destino trágico. Morremos. Todos nós. Desde a youtuber famosa ao seu irmãozinho caçula que acabou de nascer.

Enquanto estamos vivos, é bom reforçar a função das redes sociais: criar redes de relacionamentos. Relações entre pessoas, seres humanos, gente como a gente. Tanto o vídeo no youtube, como bate-papo do Facebook, ou o direct do Instagram são janelas. Através das quais podemos nos aproximar de outros seres que choram, que sentem e que sonham assim como nós. Tão vivos quanto e com dificuldades comparáveis.

Antes de “endeusar” alguém que vê pela internet, televisão, ou por perfis de redes sociais, lembre-se: somos a mesma espécie. Não se rebaixe nem se coloque acima de ninguém. Não existe isso de melhor ou pior. Existem os que atingem mais rápido a maturidade, que sobem cedo na carreira, que conseguem os melhores contatos. Mas lembre-se que você tem desde o nascimento até a morte para construir sua vida. Não é como o tempo do outro. Talvez o outro morra muito antes.

Como você se relaciona pelas redes sociais? Já percebeu que são janelas para outros seres?

Gean Zanelato e Jout Jout.

Untitled-1

8 Comentários

  1. Gostei do post. Tenho pensado muito no assunto.
    Estou a pouco tempo na rede social e já aconteceu de tudo: já discuti, já vieram atrás de mim perfis falsos, já me xingaram, já me desliguei de amizades de pensamento completamente ao contrário e q publicava coisas q me faziam mal. Deixei de comentar em páginas públicas, pq é um wc público e sujo.
    Agora leio e escolho um dos likes.
    Aprendi a ler os posts , o q querem mostrar, alguns de forma falsa, mas não me incomoda. Se fomos ver, o dia a dia é assim mesmo, altos e baixos. E na vida real como no face ninguém gosta de falar sobre os baixos, ou quase ninguém.

    Curtido por 2 pessoas

    1. Acho que a grande questão das redes sociais é que não olhamos olho no olho. Pessoalmente fica mais fácil de se expressar, de tocar, manter um diálogo… Pelo Facebook, Instagram, eu não deixo de pensar que estou falando com uma “foto”. Acho que por isso algumas pessoas são tão agressivas, não respeitam opiniões, desejam morte ao outro tão levianamente… esquecem que o “outro” é mais que uma foto… é uma criatura que vive e respira como nós mesmos. Obrigado pelo comentário!! u/

      Curtido por 1 pessoa

  2. Sim, sempre soube que quem está de trás do post é uma pessoa humanizada e não apenas o texto digitado e o pequeno quadrado que vemos no nosso ecrã.
    Eu “conheço” todos os meus seguidores, pelas suas escritas e ligações que faço de posts que escreveram no passado. Formas de escrever, dá para ver muito do que sentem por palavras e de como são. Não são ai’s ainda, são gente, porque sente, e isso é notório.
    Nao sigo muita gente nem quero seguir porque assim permite-me conhecer bem quem sigo e não automatizar, por um like só porque sim. Leio, sinto e percebo.
    O mesmo se passa com o que falas das celebridades, elas são gente, o que depois oode acontecer é, como acontece a muitos e tu sabes, tornarem-se produtos da industria, do que os outros querem ver. Inicialmente deve ser uma sensação maravilhosa mas com o tempo depressiva, porque deixam de ser eles, são o que os outros querem. Convém, haver sempre a seu lado, aqueles que os lembrem que eles são aquele ou aquela pessoa que os conheceram antes de serem assim, nas suas brincadeiras, amizades, sinceridades, como eles realmente são.
    Nao sei se isto faz sentido para si?
    Beijinho
    Gostei do post

    Curtido por 2 pessoas

  3. “Inicialmente deve ser uma sensação maravilhosa mas com o tempo depressiva, porque deixam de ser eles, são o que os outros querem. Convém, haver sempre a seu lado, aqueles que os lembrem que eles são aquele ou aquela pessoa que os conheceram antes de serem assim, nas suas brincadeiras, amizades, sinceridades, como eles realmente são.” Nunca um agrupamento de frases definiu tão bem o que eu busco entender! Obrigado, Irina!! Você sempre acrescentando ao meu saber! ❤

    Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta para Irina Marques Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s