Às vezes, eu me questiono sobre a rotina de grandes empreendedores. Não só os empresários, mas todos aqueles que, de alguma forma, construíram uma carreira bem sucedida. Por que será que, mesmo após conquistarem tudo, essa gente ainda levanta cedo todos os dias? Imagina só você ter milhões na conta, folga quando quiser, e ainda assim decidir que acordará às 7h numa segunda-feira. Não é estranho?

9a6e31fa-2b13-4fe3-883d-3e8c4f2eabfcRecentemente eu mudei de emprego. Faz uma semana, aliás. Até a outra sexta-feira, eu trabalhei como redator publicitário numa agência de branding design. E adorei. Foram três meses acordando cedo para ir à um trabalho incrível onde eu escrevia o dia inteiro. Meu sonho, sério. O problema é que escrevendo matérias para faculdade e textos para o trabalho, não sobrou muito tempo para o meu próprio livro. Então eu saí.

Na segunda-feira eu comecei num lugar diferente e acordei às sete por força do hábito. Não tinha necessidade, pois meu novo trabalho na assessoria é somente meio período. Agora tenho horas livres em que posso escrever, estudar e até planejar a minha própria agência. Mas logo na manhã de terça, eu fui surpreendido por mim mesmo: desliguei o despertador e só levantei da cama às 11h. 1f928326-26de-4922-ae71-8de65354fd12

Nas manhãs seguintes, todos os dias depois de acordar, eu listei meus afazeres por  ordem de importância: tomar banho, lavar louça e varrer a casa eram coisas que não podiam esperar, ao contrário do meu livro. E enquanto escrevo isso, na madrugada de domingo, percebo que durante esses últimos seis dias, não escrevi nenhuma palavra.

Por uma semana, fui telespectador da minha própria vida. Vendo as pessoas passarem, as oportunidades surgirem e eu ali, sentado numa cadeira em frente ao computador, só assistindo. Eu não me dei conta que sou a atração principal. Escolhi dormir quando poderia fazer de tudo, então por que continuo esperando mudanças?

Vou dizer o que eu espero agora: tenho 20 anos de idade e moro de aluguel numa cidade que é pequena demais para os meus sonhos. Espero comprar meu próprio apartamento, ser chefe de uma redação e abrir o meu negócio. Aquela velha história de provar o meu valor. O problema é que eu ainda sou pequeno demais para o tamanho dos meus sonhos. Por isso não entendo os grandes empreendedores. E por isso continuo aqui, só assistindo.

Eu sei que serei bem-sucedido um dia. Aliás, eu sei que quero ser bem-sucedido, reconhecido, importante e ler meu nome numa grande revista. E mesmo que eu não consiga prever o futuro, decidir se acordarei cedo amanhã ou não, já diz muito sobre os meus próximos anos.

Untitled-1

2 Comentários

Deixe uma resposta para Laura Mello Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s